13 de maio de 2019
GS Inima compra segmento industrial da BRK

A empresa privada de saneamento GS Inima fechou a compra do braço industrial da BRK Ambiental, que pertence a Brookfield. O negócio foi da ordem de R$ 780 milhões e segundo o presidente da GS Inima, Paulo Roberto de Oliveira, com essa aquisição o faturamento da empresa neste ano deverá alcançar R$ 750 milhões. No ano passado, a receita da companhia foi de R$ 300 milhões.

A engenharia financeira, de acordo com Oliveira, será feita com caixa próprio e o restante financiamento no mercado brasileiro. “50% desse valor virá da nossa matriz, o grupo coreano GS. O restantes vamos estruturar aqui no Brasil. Já temos propostas de cinco bancos que estamos avaliando. É um negócio que vai nos ajudar a ganhar participação no mercado brasileiro”, disse Oliveira ao Valor.

 

A área industrial comprada pela GS Inima inclui três empresas que são a Aquapolo Ambiental, em Mauá (SP), que atende o polo petroquímico; BRK Ambiental Jeceaba, em Jaceaba (MG); e a Distribuidora de Água Triunfo na cidade de Triunfo, no Rio Grande do Sul.

 

Segundo comunicado da BRK, a venda da participação nos ativos industriais é parte da sua estratégia de se consolidar no mercado de saneamento no Brasil. “Os recursos oriundos da transação irão ampliar a liquidez da BRK Ambiental e suportar o seu crescimento”, informou.

 

O BTG Pactual e o BMA Advogados atuaram como assessores financeiro e jurídico exclusivos da BRK na transação. A concretização da operação está sujeita à implementação de condições suspensivas, dentre elas a aprovação do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade).

 

Oliveira da GS Inima disse que a negociação ocorreu em 18 meses e havia duas empresas interessadas nos ativos, uma chinesa e uma outra da Arábia Saudita. “Vamos em busca de novas oportunidades nessa área no Brasil. Há projetos na prateleira que vamos tocar, como duas licitações uma no Espírito Santo e outra no Ceará. Vamos participar dessas concorrências que devem acontecer ainda neste ano.”

 

Segundo ele, caso a empresa ganhe o fornecimento de água para uso industrial nessas companhias, a GS Inima terá que investir cerca de R$ 200 milhões em cada projeto. “Temos um plano de investimentos de R$ 430 milhões para 2019 a 2023. São recursos que temos que aplicar nas nove concessões que operamos no Brasil. Esse valor não contempla a operação industrial.”

 

Hoje, a CS Inima tem as concessões nas cidades de Araçatuba, Mogi Mirim, Ribeirão Preto, Paraibuna, Santa Rita do Passa Quatro, Catanduva, todas no Estado de São Paulo, e em Maceió (AL). Além de duas operações conjuntas com a Sabesp em Campos de Jordão e São Jose dos Campos, também em São Paulo. “Atendemos 1,8 milhão de habitantes com tratamento de água e esgoto e, nessa divisão de serviços de saneamento, também estamos atentos a oportunidades.”

 

Oliveira contou que a empresa participou do chamamento público feito pela Companhia de Água e Esgoto do Ceará (Cagece) para participar dos estudos para dessalinização da água do mar em Fortaleza. Segundo ele, será necessário um aporte de cerca de R$ 500 milhões para o abastecimento de 500 mil habitantes.

 

“Somente duas empresas se habilitaram para realizar os estudos de viabilidade, nós e a Acciona. O nosso projeto foi considerado, pela Cagece, o melhor. Já ocorreram as audiências públicas e agora, aguardamos, a licitação. Estamos aguardando para o segundo semestre o processo”, disse Oliveira. Se vencer, a GS Inima vai ter que desembolsar o montante de R$ 500 milhões em cinco anos.

Fonte: Por Ana Paula Machado | De São Paulo

https://www.valor.com.br/empresas/6251269/gs-inima-compra-segmento-industrial-da-brk